Esqueceu a senha? Clique aqui

Cadastre-se

Elipse promove o Python Day em Porto Alegre

17/04/2018

Na manhã do último sábado, dia 14, a Elipse Software, empresa especializada no desenvolvimento de soluções para automação e gerenciamento de processos, promoveu o Pyhton Day no prédio da Unisinos, em Porto Alegre. O evento abordou o Python, uma das linguagens de programação que mais vem ganhando espaço no universo do Big Analytics. Através dela, as mais diferentes plataformas, dispositivos e sistemas conseguem se comunicar e trocar informações. Mais de 100 participantes compareceram no encontro, divididos entre estudantes, professores e profissionais dos mais diferentes setores.
 

Público praticamente lotou as dependências do auditório da Unisinos

Público praticamente lotou as dependências do auditório da Unisinos

Grande apoiador da Elipse na realização de cursos e eventos em Bagé, cidade localizada no pampa gaúcho, Alexandre Arruda, Professor de Engenharia Química da Unipampa (Universidade Federal do Pampa), fez questão de prestigiar o Python Day juntamente com alguns de seus alunos. Segundo ele, todos saíram muito contentes do encontro, no qual puderam adquirir mais informações sobre o Python e visualizar exemplos de suas aplicações em diferentes áreas.

“Agradeço muito à Elipse, em especial ao Maurício (Maurício Simões Posser, Analista de Produto da empresa), pela sua pronta disponibilidade em compartilhar conhecimentos novos e novidades tecnológicas com nosso ambiente acadêmico”, disse.

Arruda revelou ter ficado também muito contente pela forma como a Unipampa e suas diferentes engenharias e diretórios se uniram na organização de toda a logística e viagem a Porto Alegre para poderem comparecer no encontro.

“Foi um evento multidisciplinar, integrando várias engenharias, as quais conseguiram interagir e conversar em um nível técnico de alta qualidade. Muito bom”, completou.

Paulo Ricardo da Silva Pereira, Professor Assistente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Unisinos, abriu o evento dando às boas-vindas aos participantes. Na sequência, Alexandre Balestrin Corrêa, Diretor de Desenvolvimento da Elipse, falou sobre as ações, cases de sucesso e novidades da Elipse. Uma destas novidades é o Elipse F4, software que faz o controle e gestão da manufatura em tempo real.

Felipe Scherer, Analista de Soluções da Elipse, deu início às apresentações sobre a linguagem Python, explicando como um sistema gerenciador de dados de processos, tal qual o Elipse Plant Manager (EPM), uma vez integrado plenamente ao Python, facilita a realização de diferentes análises e a gestão da informação. Além disso, demonstrou como o usuário poderá automatizar essas análises através do EPM Processor, nova plataforma web para a configuração, gestão e controle da execução de scripts Python com lançamento previsto para esse ano.
 

Felipe Scherer respondendo à pergunta feita pela participante

Felipe Scherer respondendo à pergunta feita pela participante

Encerrada a palestra de Scherer, Diego Balsante Lopes, engenheiro da Liess Máquinas e Equipamentos, falou sobre a aplicação de algoritmos desenvolvidos em Python para análise de desempenho de malhas de controle. Para melhor ilustrar este tema, Lopes apresentou um estudo de caso realizado em uma planta didática da SMAR, empresa multinacional de automação. O EPM foi a plataforma utilizada no gerenciamento dos dados de processo desta planta, viabilizando o uso dos algoritmos de avaliação de sintonia dos controladores PID e dos indicadores de desempenho em uma ferramenta de uso industrial.
 

Diego Balsante Lopes falando sobre a metodologia aplicada em seu estudo de caso

Diego Balsante Lopes falando sobre a metodologia aplicada em seu estudo de caso

Após um coffe break, Andressa Apio, MSc. em Engenheira Química e Doutoranda no Programa de Pós-graduação da Engenharia Química da UFRGS, palestrou sobre a integração do Python com a Modelica, linguagem orientada a objetos e baseada em equações, cuja função é modelar sistemas físicos complexos (apresentação disponível aqui). Apio usou exemplos práticos para melhor explicar como a extensão JModelica integra as linguagens Python e Modelica, sendo um ambiente de código aberto, que combina vantagens de ambas as linguagens, possibilitando a otimização, simulação e análise de sistemas dinâmicos complexos.

“A apresentação da Andressa foi excelente. Ótima oportunidade para divulgar mais as aplicações do Python e o JModelica aos meus estudantes”, afirmou o professor Arruda.
 

Andressa Apio explicando como a integração Python e Modelica permite modelar sistemas físicos complexos

Andressa Apio explicando como a integração Python e Modelica permite modelar sistemas físicos complexos

Para encerrar o encontro, Ariel de Oliveira Kempf, sócio-fundador da TRISOLUTIONS, falou sobre a linguagem Python e Machine Learning no desenvolvimento de tecnologias para a indústria (apresentação disponível aqui). Em sua palestra, Kempf demonstrou como o Python e o Machine Learning devem ser usados para identificar, dentro de centenas ou milhares de ativos, quais deles apresentam um problema grave de manutenção que prejudica o desempenho do sistema de controle e a lucratividade da planta como um todo.
 

Ariel de Oliveira Kempf palestrando sobre Machine Learning

Ariel de Oliveira Kempf palestrando sobre Machine Learning

Mesmo havendo adotado a linguagem Python recentemente, Marco Antonio Schwertner, Diretor de Tecnologia da InterProcess Tecnologia em Saúde, revelou já estar apaixonado pela gama enorme de bibliotecas que a ferramenta agrega a várias áreas do conhecimento. Justamente esta nova paixão que lhe motivou a comparecer no evento.

“Apesar de trabalhar em uma área diferente da engenharia, na área da saúde, temos a linguagem e aplicações em inteligência artificial em comum. A última palestra do Ariel foi muito interessante pelo processo que desmistificou bastante a obtenção de uma grande massa de dados, permitindo treinar a Machine Learning, a fim de se atingir o resultado esperado. Algo que posso utilizar para indicar um diagnóstico de câncer e um tratamento”, disse Schwertner.

Para Deise Portal, Coordenadora de Desenvolvimento de Software da Nexxus, há uma demanda muito grande da indústria pela informação tratada da forma correta para se chegar nos resultados mais desejados. Pelos exemplos que pode ver no evento, o Python é a ferramenta ideal para o desenvolvimento de soluções que atendam a esta demanda existente inclusive em seu negócio.

“Nossa empresa ainda não trabalha com Python, mas, pelos exemplos que pude ver aqui, é uma ferramenta muito ampla, que permite fazer uma gama de cálculos e aplicações. Nossa ideia agora é começar a trabalhar com esta linguagem”, revelou a coordenadora.

Mesmo sem conhecer absolutamente nada a respeito da linguagem Python, o Engenheiro Elétrico Alberto Simas da Costa achou fantástico o encontro.

“Não imaginava ter tanto estudo em cima disso. Muito interessante”, confessou.

Aqueles que não puderam participar deste evento, fiquem atentos. No dia 16 de maio, a Elipse promoverá o Python Day no Anfiteatro da Engenharia Elétrica da USP, em São Paulo. Mais informações pelo telefone (11) 3061-2828.